sexta-feira, 18 de março de 2011

O Nosso tesouro é a palavra do SENHOR

Tema: O Nosso tesouro é a palavra do SENHOR
Texto – Básico: Dt 32:44-47

Introdução: Esse texto mostra-nos quando a Palavra se tornará nosso tesouro, e o que devemos fazer para que ela se torne o nosso tesouro. Vamos aos passos que levarão a Palavra se tornar nosso tesouro:

  1. Aplicar o coração a Palavra

Há 841 ocorrências sobre o coração na Escritura e dentre elas podemos destacar alguns significados do “Coração”:

Sede do Intelecto – Gn 6:5
Sede dos Sentimentos – I Sm 1:8
Sede da Vontade – Sl 119:2

O nosso coração estará onde o nosso tesouro estiver (Mt 6:21). Nossa boca fala do que o nosso coração estiver cheio (Mt 12:34). É no nosso coração que a conversão se consolida (Mt 13:15).

A Palavra é semeada no Coração (Mt 13:19). É o que sai do coração que pode contaminar o homem (Mt 15:18-19). As palavras que na nossa bíblia estão traduzidas como “coração” encerram a idéia de:

No Antigo Testamento: (Em Hebraico: “Lebab”, e “Leb”).

Ser interior, mente, vontade, inteligência, alma, conhecimento, razão, reflexão, memória, inclinação, resolução e consciência”.

No Novo Testamento: (Em grego “Kardia”).

Centro da vida física e espiritual, fonte e lugar dos pensamentos, paixões, desejos, apetites, afeições, propósitos, esforços, vontade, caráter, escolha”.

É por isso que o rei Salomão inspirado pelo Espírito Santo escreve:

“Sobretudo o que se deve guardar, guarda o teu CORAÇÃO, pois dele procede as saídas da vida”. (Pv 4:23).

Onde está teu coração? O coração de Sansão estava em Dalila, por isso foi enganado e escravizado (Jz 16:15-31). Seu coração onde está?

  1. Testificar a Palavra

O apóstolo João testificou da Palavra de Deus e do testemunho de Jesus Cristo e de tudo o que viu (Ap 1:2).

Jesus testificou que as obras do mundo são más (Jo 7:7).

Como testemunhas de Deus, precisamos também testificar que Jesus é o Juiz dos vivos e mortos (At. 10:42), precisamos também testificar que se alguém acrescentar ou retirar algo da Palavra será punido por Deus (Ap 22:18).

Na bíblia, testificar fala de:

“Fazer afirmativa baseada em conhecimento pessoal ou em crença” (Jo 3:11; 1:34).Dar Testemunho” (II Sm 1:16; Rm 8:16).

Aquele que testifica é uma testemunha. Por isso, O Senhor disse:

 “Serão as minhas testemunhas ao receberem o Espírito Santo”. (At. 1:8).

Devemos testificar da Palavra para quem?

- Aos nossos filhos:

“Uma geração louvará as tuas obras à outra geração, e anunciará teus atos poderosos” – Sl 145:4

Nossa posteridade será as autoridades, serão os médicos, policiais, advogados, comerciantes, juizes, pastores, doutores de amanhã. E qual é o fundamento onde eles tem sido edificados?

Por isso está escrito:

“Ensina a Criança o caminho em que deve andar e quando for velho, não se desviará dele” – Pv 22:6

A infância é a base do aprendizado de toda a vida. Por isso os judeus ensinam a Lei aos seus filhos a começar pelos três anos de Idade. Os psicólogos dizem que o caráter de uma criança se solidifica até os seis anos de Idade. Temos então testificado da Palavra do SENHOR aos nossos filhos? Pense nisso!

  1. Cumprir a Palavra

Para cumprir a Palavra, precisamos primeiro recebê-la; o apóstolo Tiago diz:

...Recebei com mansidão a palavra em vós implantada, a qual é poderosa para salvar a vossa alma, e sede cumpridores da palavra e não somente ouvintes enganando-vos a vós mesmos, pois se alguém é ouvinte da palavra e não cumpridor, é semelhante a um homem que contempla no espelho o seu rosto natural, porque contempla a si mesmo e vai-se, e logo se esquece de como era, entretanto aquele que atenta para a lei perfeita a lei da liberdade e nela persevera não sendo ouvinte esquecido, mas executor da obra, será bem-aventurado no que fizer”. (Tg 1:21-25)

Quando cumprimos a palavra nos tornamos justos (Dt 6:25), cumprir a palavra exige esforço (Js 23:6), quando cumprimos a palavra recebemos vida (Lv 18:5)

Cumprir é sinônimo de obedecer na bíblia. Por isso o profeta Samuel diz:

“Obedecer é melhor que o sacrificar” – I Sm 15:22

O resultado de tudo isto é:

  • Vida

Uma vida abundante (Jo 10:10), eterna (Jo 3:16), longa (Ef 6:3).

Jesus é a vida (Jo 14:6), logo, teremos uma comunhão ímpar com ele.

Conclusão: Que Deus nos ajude a ser pessoas que tem o coração voltado para a sua palavra e que testifica dela e a cumpre, para vivenciarmos as bênçãos de Deus em nós!