sábado, 19 de março de 2011

Toda a comunidade dos israelitas reuniu-se em Siló e ali armou a Tenda do Encontro. A terra foi dominada por eles; mas sete tribos ainda não tinham recebido a sua herança.  Então Josué disse aos israelitas: “Até quando vocês vão negligenciar a posse da terra que o SENHOR, o Deus dos seus antepassados, lhes deu? Escolham três homens de cada tribo, e eu os enviarei. Eles vão examinar a terra e mapeá-la, conforme a herança de cada tribo. Depois voltarão a mim. Dividam a terra em sete partes. Judá ficará em seu território ao sul, e a tribo de José em seu território ao norte. Depois que fizerem um mapa das sete partes da terra, tragam-no para mim, e eu farei sorteio para vocês na presença do SENHOR, o nosso Deus. Mas os levitas nada receberão entre vocês, pois o sacerdócio do SENHOR é a herança deles. Gade, Rúben e a metade da tribo de Manassés já receberam a sua herança no lado leste do Jordão, dada a eles por Moisés, servo do SENHOR”.
   Quando os homens estavam de partida para mapear a terra, Josué os instruiu: “Vão examinar a terra e façam uma descrição dela. Depois voltem, e eu farei um sorteio para vocês aqui em Siló, na presença do SENHOR”. Os homens partiram e percorreram a terra. Descreveram-na num rolo, cidade por cidade, em sete partes, e retornaram a Josué, ao acampamento de Siló. Josué fez então um sorteio para eles em Siló, na presença do SENHOR, e ali distribuiu a terra aos israelitas, conforme a porção devida a cada tribo.
                                                                                 
(Josué 18:1-10)

. Gostaria aqui que examinássemos algumas lições desse texto:

I)                    Os israelitas estavam em Siló.

Siló significa “Lugar de descanso”. Eles estavam no lugar do descanso, mas ainda sete tribos não haviam recebido sua herança; como poderiam descansar num momento como esses? Você tem descansado num momento impróprio?
 Siló não era o lugar definitivo para essas tribos, como aqui não é nosso lugar definitivo. Você está descansando espiritualmente, quando deveria não descansar?

II)                   Os israelitas negligenciaram a posse da terra

A terra estava sujeita diante do SENHOR e do seu povo, veja I Crônicas 22:18:

“Disse ele: Certamente o SENHOR, o seu Deus, está com vocês, e lhes concedeu paz. Pois ele entregou os habitantes dessa terra em minhas mãos, e ela foi submetida ao SENHOR e ao seu povo”.

A terra estava sujeita aos israelitas desde o momento do êxodo, porém, eles não assumiram como ocorre a maioria das vezes conosco. Deus nos dá a promessa e nós a negligenciamos. Será que temos negligenciado alguma promessa de Deus? Eles nem sequer deram ao trabalho de examinar e mapear a terra. Você tem feito a sua parte na execução dos propósitos de Deus?

III)                 A medida de Deus é exata

Duas tribos e meia receberam sua herança do lado de lá do Jordão. Algumas também já haviam recebido sua parte deste lado de cá, contudo, sete não receberam herança alguma; E foi na medida das sete tribos que não receberam herança nenhuma que o SENHOR através da vida de Josué manda dividir a terra.
Vale a pena dizer que o ditado popular que diz que “Deus escreve certo por linhas tortas” é falho, pois, Deus escreve certo em linhas certas. E o outro ditado que diz “Deus falha, mas não tarda”, também é errado, pois Deus jamais falha e falhará; O tempo dele é o certo e a medida dele também é!

IV)               A fonte da conquista está na unidade:


“Toda a comunidade dos israelitas reuniu-se”.

O Salmo 133 diz assim:

“Como é bom e agradável quando os irmãos convivem em união! É como óleo precioso derramado sobre a cabeça, que desce pela barba, a barba de Arão, até a gola das suas vestes. É como o orvalho do Hermom quando desce sobre os montes de Sião. Ali o SENHOR concede a bênção da vida para sempre”.

Em João 17, o Senhor Jesus ora por seus discípulos e diz:

“Pai santo, protege-os em teu nome, o nome que me deste, para que sejam um assim como nós somos um. Minha oração não é apenas por eles. Rogo também por aqueles que crerão em mim, por meio da mensagem deles, para que todos sejam um, Pai, como tu estás em mim e eu em ti. Que eles também estejam em nós para que o mundo creia que tu me enviaste. Dei-lhes a glória que me deste, para que eles sejam um, assim como nós somos um: eu neles e tu em mim. Que eles sejam levados à plena unidade, para que o mundo saiba que tu me enviaste, e os amaste como igualmente me amaste.                                                                                          (Vs 11, 20-23).

V)                Devemos testificar do que o nosso Deus nos deu

Vão examinar a terra e façam uma descrição dela

Descrever significa dentre outras coisas “fazer um relato circunstanciado de; contar em detalhes; narrar”.

O evangelista Lucas diz no preâmbulo do seu evangelho:

Muitos já se dedicaram a elaborar um relato dos fatos que se cumpriram entre nós, conforme nos foram transmitidos por aqueles que desde o início foram testemunhas oculares e servos da palavra. Eu mesmo investiguei tudo cuidadosamente, desde o começo, e decidi escrever-te um relato ordenado, ó excelentíssimo Teófilo, para que tenhas a certeza das coisas que te foram ensinadas. (Lc 1:1-4)

Jefté, nono juiz sobre Israel disse o seguinte:

Era então Jefté, o gileadita, homem valoroso, porém filho duma prostituta; Gileade era o pai dele. Também a mulher de Gileade lhe deu filhos; quando os filhos desta eram já grandes, expulsaram a Jefté, e lhe disseram: Não herdarás na casa de nosso pai, porque é filho de outra mulher. Então Jefté fugiu de diante de seus irmãos, e habitou na terra de Tobe; e homens levianos juntaram-se a Jefté, e saiam com ele.
Passado algum tempo, os amonitas fizeram guerra a Israel. E, estando eles a guerrear contra Israel, foram os anciãos de Gileade para trazer Jefté da terra de Tobe, e lhe disseram: Vem, seja o nosso chefe, para que combatamos contra os amonitas. Jefté, porém, perguntou aos anciãos de Gileade: Porventura não me odiastes, e não me expulsastes da casa de meu pai? Por que, pois, agora viestes a mim, quando estais em aperto?Responderam-lhe os anciãos de Gileade: É por isso que tornamos a ti agora, para que venhas conosco, e combatas contra os amonitas, e nos sejas por chefe sobre todos os habitantes de Gileade. Então Jefté disse aos anciãos de Gileade: Se me fizerdes voltar para combater contra os amonitas, e o Senhor mos entregar diante de mim, então serei eu o vosso chefe. Responderam os anciãos de Gileade a Jefté: O Senhor será testemunha entre nós de que faremos conforme a tua palavra.
Assim Jefté foi com os anciãos de Gileade, e o povo o pôs por cabeça e chefe sobre si; e Jefté falou todas as suas palavras perante o Senhor em Mispa. Depois Jefté enviou mensageiros ao rei dos amonitas, para lhe dizerem: Que há entre mim e ti, que vieste a mim para guerrear contra a minha terra?Respondeu o rei dos amonitas aos mensageiros de Jefté: É porque Israel, quando subiu do Egito, tomou a minha terra, desde o Arnom até o Jaboque e o Jordão; restitui-me, pois, agora essas terras em paz. Jefté, porém, tornou a enviar mensageiros ao rei dos amonitas,dizendo-lhe: Assim diz Jefté: Israel não tomou a terra de Moabe, nem a terra dos amonitas;mas quando Israel subiu do Egito, andou pelo deserto até o Mar Vermelho, e depois chegou a Cades;dali enviou mensageiros ao rei de Edom, a dizer-lhe: Rogo-te que me deixes passar pela tua terra. Mas o rei de Edom não lhe deu ouvidos. Então enviou ao rei de Moabe, o qual também não consentiu; e assim Israel ficou em Cades. Depois andou pelo deserto e rodeou a terra de Edom e a terra de Moabe, e veio pelo lado oriental da terra de Moabe, e acampou além do Arnom; porém não entrou no território de Moabe, pois o Arnom era o limite de Moabe.E Israel enviou mensageiros a Siom, rei dos amorreus, rei de Hesbom, e disse-lhe: Rogo-te que nos deixes passar pela tua terra até o meu lugar.Siom, porém, não se fiou de Israel para o deixar passar pelo seu território; pelo contrário, ajuntando todo o seu povo, acampou em Jaza e combateu contra Israel.E o Senhor Deus de Israel entregou Siom com todo o seu povo na mão de Israel, que os feriu e se apoderou de toda a terra dos amorreus que habitavam naquela região.Apoderou-se de todo o território dos amorreus, desde o Arnom até o Jaboque, e desde o deserto até o Jordão.
Assim o Senhor Deus de Israel desapossou os amorreus de diante do seu povo de Israel; e possuirias tu esse território?
Não possuirias tu o território daquele que Quemós, teu deus, desapossasse de diante de ti? Assim possuiremos nós o território de todos quantos o Senhor nosso Deus desapossar de diante de nós.
Agora, és tu melhor do que Balaque, filho de Zipor, rei de Moabe? Ousou ele jamais contender com Israel, ou lhe mover guerra?
Enquanto Israel habitou trezentos anos em Hesbom e nas suas vilas, em Aroer e nas suas vilas em todas as cidades que estão ao longo do Arnom, por que não as recuperaste naquele tempo?
Não fui eu que pequei contra ti; és tu, porém, que usas de injustiça para comigo, fazendo-me guerra. O Senhor, que é juiz, julgue hoje entre os filhos de Israel e os amonitas.
                                                                                                          (Jz 11:1-27)

Ele descreveu o território que o SENHOR, o Deus de Israel deu aos filhos de Jacó, você tem descrito as bênçãos do SENHOR?

Diz o Salmista:

“Uma geração louvará as tuas obras à outra geração, e anunciará os teus atos poderosos”.                                                                           (Sl 145:4)

Devemos profetizar o que queremos receber de Deus, devemos também, dizer as promessas do SENHOR para nós, pois a morte e a vida estão no poder da língua. (Pv 18:21)

Quero concluir com algumas perguntas:

  • Qual é o seu lugar no propósito de Deus?
  • Você tem negligenciado alguma palavra do SENHOR?

    Lembre-se de Josué 21:43-45: “Desta maneira deu o Senhor a Israel toda a terra que, com juramento, prometera dar a seus pais; e eles a possuíram e habitaram nela. E o Senhor lhes deu repouso de todos os lados, conforme tudo quanto jurara a seus pais; nenhum de todos os seus inimigos pôde ficar de pé diante deles, mas a todos o Senhor lhes entregou nas mãos. Palavra alguma falhou de todas as boas coisas que o Senhor prometera à casa de Israel; tudo se cumpriu.”.

  • Você tem testificado do que Deus fez, faz e fará em sua vida?