quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Vencendo os ruídos das circunstâncias!

Veio sobre mim a mão do SENHOR; ele me levou pelo Espírito do SENHOR e me deixou no meio de um vale que estava cheio de ossos, e me fez andar ao redor deles; eram mui numerosos na superfície do vale e estavam sequíssimos. Então me perguntou: Filho do homem,  acaso, poderão reviver estes ossos? Respondi: SENHOR Deus, tu o sabes. Disse-me ele: Profetiza a estes ossos e dize-lhes: Ossos secos ouvi a palavra do SENHOR.  Assim diz o SENHOR Deus a estes ossos: Eis que farei entrar o espírito em vós e vivereis. Porei tendões sobre vós, farei crescer carne sobre vós, sobre vós estenderei pele e porei em vós o espírito,  e vivereis. E sabereis que eu sou o SENHOR. Então profetizei segundo me fora ordenado; enquanto eu profetizava, houve um ruído, um barulho de ossos que batiam contra ossos e se ajuntavam, cada osso ao seu osso. Olhei, e eis que havia tendões sobre eles, e cresceram as carnes,  e se estendeu a pele sobre eles; mas não havia neles o espírito. Então, ele me disse: Profetiza ao espírito, profetiza, ó filho do homem, e dize-lhe: Assim diz o SENHOR Deus: Vem dos quatro ventos, ó espírito, e assopra sobre estes mortos para que vivam. Profetizei como ele me ordenara, e o espírito entrou neles, e viveram e se puseram em pé, um exército sobremodo numeroso. Então, me disse: Filho do homem, estes ossos são toda a casa de Israel . Eis que dizem: Os nossos ossos se secaram, e pereceu toda esperança; estamos de todo exterminados. Portanto, profetiza e dize-lhes: Assim diz o SENHOR Deus:  Eis que eu abrirei a vossa sepultura, e vos farei sair dela, ó povo meu, e vos trarei a terra de Israel. Sabereis que eu sou o SENHOR, quando eu abrir a vossa sepultura e vos fizer sair dela, ó povo meu. Porei em vós o meu Espírito, e vivereis, e vos estabelecerei na vossa própria terra. Então, sabereis que eu, o SENHOR, disse isto e o fiz, diz o SENHOR. (Ezequiel 37:1-14)
Esse texto têm sido interpretado ao longo dos anos como um texto que revela princípios de aviamento, princípios que tencionam a restauração da unção perdida. Quando eu meditava em como recobrar a unção perdida, esse texto me veio a mente e eu quero na simplicidade, compartilhar com meus leitores, alguns princípios que o Espírito Santo me revelou, não pretendo ter todas as revelações cabíveis ou pertinentes a esse texto, mas as que escreverei adiante, muito me auxiliaram a começar o processo de recobrimento da unção divina. Não estou no auge da unção, mas caminho em direção a ela e se você como eu deseja receber mais de Deus, analise esses princípios e deixe que Deus fale contigo; eis os princípios:
1.       Dirija a palavra profética a situação contrária que esteja vendo.
No versículo 4, o Senhor ordenou a Ezequiel que profetizasse aos ossos. Devemos recordar que esses ossos estavam sequíssimos. Os ossos eram a situação visível. Os ossos indicam a impossibilidade. Não havia nada a não ser a palavra do Senhor que estimulasse o profeta. Talvez você esteja numa situação onde tudo parece contrário a você, mas sempre há uma palavra Rhema (Revelada) de Deus pra você. Simão recebeu um Rhema de Deus no barco em meio a tempestade, Jeremias recebeu um Rhema de Deus no calabouço, Daniel recebeu um Rhema de Deus na corte babilônica. Onde você estiver, há um Rhema de Deus para você. A você que como Jó tem estimulado a muitos mas se cansou (Jó 4:3), não desista de estimular porque a situação parece imutável, pois quem semeia com lágrimas, com júbilo ceifará (Sl 126:6). Só nosso Deus é imutável nenhuma circunstância o é!
Portanto, jamais desista de amigos, irmãos, parentes, sonhos, alvos, prossiga para o alvo esquecendo as tormentas passadas (Fp. 3:13,14), não é fácil, eu sei (e como sei!) mas sempre há uma condição de vitória em Deus pra nós, ele sempre nós conduz em triunfo (2 Co. 2:14).
Abra sua boca, então e profetize, diga a Palavra, pratique a Confissão – Homologia, o concordar com Deus e diga: “Assim diz o SENHOR:”
2.       Desconsidere todo aparente retrocesso, continue crendo no milagre.
No versículo 7, enquanto o profeta obedecia houve um ruído. Na maioria das vezes, quando estamos próximos do milagre sempre há um ruído. Quando a mulher hemorrágica estava pra tocar em Jesus, uma multidão ruía. Quando Bartimeu clamava, a multidão ruía dizendo: “não incomodes o mestre”. Quando Jairo instava com o Senhor, os seus diziam: Sua filha já morreu, por que incomodas o mestre ainda?” Quando o paralítico estava diante do Senhor, os fariseus diziam: “Só Deus pode perdoar pecados, ele blasfema”. Quando o paralítico de Betesda estava diante do Senhor, sua mente dizia: “Sempre que eu me aproximo do tanque, outro entra antes de mim”. Sempre haverá pessoas, situações que ruirão quando você estiver próximo do milagre. E a resposta de como vencer esse ruído esta no que o Senhor disse a Jairo: “não temas, crê somente”.
Se você sabe algumas partes da escritura, recite-as dizendo como o Mestre: “Está Escrito”, se você ora em línguas, ore em línguas, pois isto edifica seu espírito (1 Co. 14:14; Jd. 20), cante louvores, ore, adore, jejue, creia (Tg. 5:13)
Confesse: “Olho não viu, ouvido não ouviu, mente não imaginou o que Deus tem preparado para aqueles que o amam, mas Deus tem nos revelado pelo Espírito” (1 Co. 2:9,10a). E:
“Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito” (Rm. 8:28)  E:
“Nenhuma arma forjada contra ti prosperará, e toda língua que levantar contra ti em juízo, tu a condenarás esta é a herança dos santos que vem de mim diz o SENHOR” (Is. 54:17)
3.       Siga todas as orientações de Deus.
No versículo 9, o profeta seguiu a ordem de Deus (Profetizei como ele me ordenara); No livro, a quarta dimensão, David Paul Yong Cho diz que dois de seus discípulos quebraram por não terem uma palavra Rhema de Deus, então ele traça a diferença fundamental entre fracasso e sucesso como “Obediência a Palavra Rhema de Deus”.  Aqui a ordem divina era:  “Profetiza ao espírito”. O espírito é o Espírito de Vida (Rm. 8:2) ele nos deu vida juntamente com Cristo (Ef. 2:1-10).
Independentemente de qual seja sua situação, chame o Espírito dizendo: “Vem dos quatro ventos, o espírito e assopra sobre estes mortos para que vivam”. E então, o Espírito virá e um exército sobremodo numeroso se colocará em pé diante de ti... ALELUIA!!!
Persista até que o milagre chegue! Porque em lugar da vergonha teremos dupla honra (Is. 61:7), nós não seremos mais envergonhados (Jl. 2:26), Deus nos fará herdar a herança das alturas de Jacó nosso Pai (Is. 58:14)