quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Nutridos com as verdades da fé (Parte 4 - O batismo com o Espírito Santo)

Nesses dias entendemos que são dias onde precisamos 'batalhar diligentemente pela fé que uma vez por todas foi entregue aos santos' como Judas diz, por isso precisamos defender com afinco as verdades ouvidas para que delas jamais nos desviemos, e hoje nós falaremos sobre o batismo com o Espírito Santo, também conhecido como "enchimento com o Espírito, Plenitude do Espírito e Promessa do Pai". Reconheço que esse assunto é tão polêmico, pois há tradicionais, pentecostais, neo-pentecostais e todos com pontos de vista distintos. Declaro abertamente que minha visão é amplamente influenciada pelo Ministério Ouvir e Crer, pelo Pastor Éber Rodrigues, Pastor Dave Roberson. Abaixo segue algumas coisas que precisamos entender com relação ao batismo com o Espírito Santo:

I. O que é ser cheio do Espírito Santo

O Espírito Santo é revelado nas escrituras santas como uma pessoa, portanto, Ele sente (Efésios 4:30), pensa (Romanos 8:26,27), têm vontades (1 Coríntios 12:11) e fala (Apocalipse 2:7).

 Por isso, ser cheio com o Espírito Santo é manifestar o caráter dele no cotidiano e esse caráter se manifesta em: Amor, Paz, Alegria, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio. (Gálatas 5:22,23)

II. Quem pode ser cheio do Espírito Santo

Toda carne.

Joel 2:28 - "E ha de ser que nos últimos dias derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, vossos filhos, vossas filhas profetizarão, vossos velhos sonharão e vossos jovens terão visões"

Atos 2:38,39 - Arrependam-se, e cada um de vocês seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos seus pecados, e receberão o dom do Espírito Santo. Pois a promessa é para vocês, para os seus filhos e para todos os que estão longe, para todos quantos o Senhor, o nosso Deus chamar". 

III. O dom do Espírito não cessou no fim da era apostólica

A promessa do Pai foi dada antes de haver revelação dos apóstolos, portanto, é anterior a Eles e não se restringe apenas a época deles. Prova disto é que os sinais prometidos pelo Senhor Jesus seguiriam a todos aqueles que cressem nele, e que Paulo diz da cessação dos dons somente quando vier o que é perfeito. (Marcos 16:17,18 e 1 Coríntios 13:10). Os dons e os ministérios ainda estão em vigência hoje!

IV. Sobre o falar em línguas - O Glossolalia.

O falar em línguas desconhecidas ou estranhas.

1 Coríntios 14:2 - Pois quem fala em línguas, não fala a homens, mas a Deus, visto que ninguém o entende e em espírito fala mistérios

O pastor Dave Roberson, ensina que há quatro manifestações desse dom no Novo Testamento:

1. Sinais para incrédulos - Acontecido em Atos 2.
2. Gemidos intercessórios do Espírito - Acontecido em Romanos 8:26
3. Com interpretação (equivalente a profecia) - Acontecido em 1 Coríntios 14:5
4. Para edificação pessoal (hora após hora) - Acontecido em 1 Coríntios 14:2, Efésios 6:18 e Judas 20

O glossolalia (termo grego que se refere a 'falar em línguas') se enquadra na quarta manifestação desse dom do Espírito Santo. Dave Roberson ensina que Esta é a linguagem sobrenatural que o Espírito Santo ora através de nós e de acordo com nosso desejo podemos usar desta oração, orando hora após hora.   Isto é decorrência do batismo no Espírito Santo. (O andar no Espírito o andar no poder - Pág. 96).

De acordo com Judas, irmão do Senhor, no versículo 20, orar no Espírito (orar em línguas - 1 Co. 14:14) é uma maneira de edificar a nossa fé e batalhar por ela como ele ordena no versículo 3.

O batismo no Espírito não é uma atividade emocional e sim espiritual; Não espere emoções para falar em outras línguas, deixe fluir pela fé.

V. O propósito do enchimento com o Espírito Santo.

Listamos a seguir apenas alguns:

* Testemunhar de Cristo Jesus - Atos 1:8
* Dar unção - 1 João 2:27
* Substituir nossa fraqueza pela força dele - Romanos 8:26-27

A palavra 'enchei-vos do Espírito' em Efésios 5:18 como diz o Rev. Augustus Nicodemos é melhor traduzido como 'Sejam continuamente enchidos com O Espírito Santo.'

Precisamos ser continuamente enchidos com o Espírito Santo, sempre lembrando que os dons e a vocação de Deus são IRREVOGÁVEIS - Romanos 11:29.

Forte, abraço!