quinta-feira, 26 de setembro de 2013

A Providência e Soberania Divinas



Ninguém pode servir a dois senhores; pois odiará um e amará o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro. Portanto eu lhes digo: Não se preocupem com sua própria vida, quanto ao que comer ou beber; nem com seu próprio corpo, quanto ao que vestir. Não é a vida mais importante que a comida, e o corpo mais importante que a roupa? Observem as aves do céu: não semeiam nem colhem nem armazenam em celeiros; contudo, o Pai celestial as alimenta. Não têm vocês muito mais valor do que elas? Quem de vocês, por mais que se preocupe, pode acrescentar uma hora que seja à sua vida? Por que vocês se preocupam com roupas? Vejam como crescem os lírios do campo. Eles não trabalham nem tecem. Contudo, eu lhes digo que nem Salomão, em todo o seu esplendor, vestiu-se como um deles. Se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada ao fogo, não vestirá muito mais a vocês, homens de pequena fé? Portanto, não se preocupem, dizendo: “Que vamos comer?” ou “Que vamos beber?” ou “Que vamos vestir?” Pois os pagãos é que correm atrás dessas coisas; mas o Pai celestial sabe que vocês precisam delas. Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas. Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã trará as suas próprias preocupações. Basta a cada dia o seu próprio mal. [Mateus 6:24-35]

O texto supra-mencionado  fala da Providência Divina, pelo fato de que através de leis naturais Deus alimenta os pássaros e  permite o crescimento dos lírios.

A providência está intimamente relacionada à Imanência de Deus. Por Providência entende-se que Deus cuida das nossas vidas através de meios comuns, atividades do dia-a-dia. Esse é o método pelo qual Deus mais trabalha. A Providência é quando Deus age em conformidade com as leis que ele mesmo estabeleceu. Por imanência entende-se que Deus se manifesta na Criação e através dela. Os milagres são eventos à parte da Providência, pois são extraordinários. A Providência de Deus lida com coisas ordinárias (comuns, cotidianas) enquanto que os milagres lidam com coisas sobrenaturais.

A providência e Imanência de Deus rejeita veemente o Deísmo (heresia que diz que após criar o Universo, Deus o abandonou ao acaso e à própria sorte) e estabelece Sua Soberania (Doutrina que ensina que ele pode fazer o que quiser, quando quiser, onde quiser e com quem quiser).

Por ser Soberano, ele atua em nossas vidas segundo sua boa, perfeita e agradável vontade, o que nos levaria a rejeitar completamente a PREOCUPAÇÃO. Pois ele tem cuidado de nós  e sabe do que precisamos...

A confiança na Providência de Deus livra-nos de alguns erros:

→ Idolatria (Servir dois senhores)
→ Preocupação (Portanto... Não se preocupem)
→ Inércia (Busquem... O Reino de Deus e Sua Justiça)

O mesmo Deus que é Imanente é transcendente. Ou seja, ele, opera na Criação, mas não faz parte da Criação. Ele é o Criador. Ele é Incriado. Dizemos isso para evitar que aqueles que Creem na providência de Deus não caiam na heresia chamada panteísmo (crença que tudo tem parte de Deus, tudo é Deus). Sua Providência e Imanência podem ser vistas nos Livros de Rute, Ester, Neemias; Sua Imanência e transcendência podem ser vistas no livros de Jó, Salmos, Apocalipse etc... Deus é Soberano, Imanente, Transcendente e nosso provedor... Confiemos nEle... Ele é Fiel e Pai.