domingo, 24 de abril de 2011

Ezequias, rei de Judá

Ezequias, rei de Judá
Ezequias reinou por 29 anos entre os anos de 715 a 687 AC.
Era filho de Acaz e Abi, reinou juntamente com seu pai de 729 a 715 AC, então com 25 anos de vida foi feito rei absoluto.
 Seu nome significa “Deus é a minha força”.
O nome “Ezequias” ocorre 131 vezes na Escritura;
Há três personagens com esse nome na Escritura:
I)                  O Filho de Acaz e rei de Judá, que estamos falando aqui.
II)              Um descendente de Salomão que retornou do exílio – 2 Cr 3:23
III)           Antepassado de Sofonias – Sf 1:1
Tinha Ezequias vinte e cinco anos de idade, quando começou a reinar, e reinou vinte e nove anos em Jerusalém; e era o nome de sua mãe Abi, filha de Zacarias. (2 Cr 29:1)
Era um rei piedoso tão piedoso que “No SENHOR, Deus de Israel confiou, de maneira que depois dele não houve quem lhe fosse semelhante entre todos os reis de Judá, nem entre os que foram antes dele” (2 Rs 18:5).
Foi responsável por diversas reformas religiosas logo no inicio do seu reinado:
Ele, no primeiro ano do seu reinado, no primeiro mês, abriu as portas da casa do SENHOR, e as reparou” (2 Cr 29:3).
Um dos resultados foi a destruição de todos os locais ilegítimos usados para adoração em Judá e em Israel.
 Ezequias enfrentou um período político muito sensível, porque seu pai fez uma aliança com os assírios, e depois de um tempo veio a oportunidade de se declararem independentes com a morte de Sargão II, que foi sucedido no trono por Senaqueribe. Diante dessa hipótese, o rei assírio chamado Senaqueribe resolveu invadir Judá em 701 AC.
Nos preparativos para enfrentá-lo, Ezequias reconstruiu os muros da cidade, ergueu torres e fabricou uma grande quantidade de armas e escudos. E pagou ao rei Assírio o equivalente a dez toneladas de prata e uma tonelada de ouro para que este se retirasse de sua terra, além de construir um túnel para que a cidade tivesse água durante a batalha.
Quando Ezequias pagou esse tributo ao rei Senaqueribe ele se retirou de Jerusalém temporariamente, mas não manteve sua palavra. Ele ameaçou a Ezequias e afrontou o Deus Vivo. Diante de tal cena, Ezequias adentra no Templo do SENHOR e ora para que o SENHOR possa libertar-lhes. (2 Rs 19)
A resposta de Deus veio através do Profeta Isaías. Naquela mesma noite um anjo do SENHOR feriu a 185 mil assírios no seu acampamento e Senaqueribe retornou a sua terra envergonhado, onde foi morto por dois de seus filhos no templo do seu deus Ninrosque em Nínive.
Há algumas lendas sobre o que Deus teria usado para afugentá-los de Jerusalém no relato de Flávio Josefo a fuga é atribuída a uma praga.
Heródoto diz que ratos comeram as aljavas, cordas dos arcos e correias dos escudos deixando os assírios praticamente desarmados.
Não obstante, Ezequias adoeceu mortalmente aos 39 anos de Idade. Ele orou e Deus lhe concedeu mais 15 anos de vida, devido a sua recuperação lhe foi enviada uma comitiva de caldeus para saudá-lo. Ele mostrou tudo em Jerusalém a essa comitiva caldéia. Esse foi um método empregado por Deus para testar o que se passava no coração de Ezequias:
Contudo, no tocante aos embaixadores dos príncipes de Babilônia, que foram enviados a ele, a perguntarem acerca do prodígio que se fez naquela terra, Deus o desamparou, para prová-lo, para saber tudo o que havia no seu coração. - 2 Cr 32:31
Ao que tudo indica, Ezequias foi reprovado. Pois o Profeta Isaías disse-lhe que todos aqueles tesouros seriam deportados para a Babilônia e inclusive alguns de seus filhos.
Ezequias serviu com o coração perfeito ao SENHOR, seu Deus, contudo, isso não o isenta de possuir falhas no caráter, veja o que diz 2 Cr 32:25, 26:
Mas não correspondeu Ezequias ao benefício que lhe fora feito; porque o seu coração se exaltou; por isso veio grande ira sobre ele, e sobre Judá e Jerusalém. Ezequias, porém, se humilhou pela exaltação do seu coração, ele e os habitantes de Jerusalém; e a grande ira do SENHOR não veio sobre eles, nos dias de Ezequias.
Ele é um tipo do Senhor Jesus. Pois existem várias coisas que nos lembram o Senhor Jesus em sua vida, dentre elas quero destacar em especial:
 A purificação do Templo
(2 Reis 18:4) - Ele tirou os altos, quebrou as estátuas, deitou abaixo os bosques, e fez em pedaços a serpente de metal que Moisés fizera; porquanto até àquele dia os filhos de Israel lhe queimavam incenso, e lhe chamaram Neustã.
(Mateus 21:12) - E entrou Jesus no templo de Deus, e expulsou todos os que vendiam e compravam no templo, e derribou as mesas dos cambistas e as cadeiras dos que vendiam pombas;
A última menção Bíblica sobre Ezequias encontra-se apropriadamente na Genealogia de Jesus Cristo:
E Uzias gerou a Jotão; e Jotão gerou a Acaz; e Acaz gerou a Ezequias; - Mt 1:9
ALGUMAS LIÇÕES QUE APRENDEMOS COM EZEQUIAS:
I)                  As atitudes de um campeão espiritual e natural – 2 Rs 18:5, 6

Confiança em Deus
Intimidade com Deus
Comunhão com Deus
Obediência integral a Deus

II)              Erros que campeões devem evitar:

Consentir com o inimigo – 2 Rs 18:14
Render-se – 2 Rs 18:15
Calar-se – 2 Rs 18:36
Duvidar – 2 Rs 19:4
Ezequias é uma das três personalidades de maior destaque e boa influência nos livros dos reis:
I)                  Davi – 1 Sm 16 a 1 Rs 2
II)              Ezequias – 2 Rs 18 a 20
III)           Josias – 2 Rs 22 a 23:30

Ao contrário destes, há também três indivíduos que são notáveis por influenciar negativamente:

I)                  Jeroboão I , Filho de Nebate – 1 Rs 11:26 a 14:20
II)              Acabe – 1 Rs 16 a 22:39-53
III)           Manassés - 2 Rs 21:1-18

QUE POSSAMOS APRENDER COM O REI EZEQUIAS. POIS TUDO O QUE FOI ESCRITO NO ANTIGO E NO NOVO TESTAMENTO FOI ESCRITO PARA NOS ENSINAR E ADVERTIR (Rm 15:4 e 1 Co 10:11). DEUS ABENÇÕE VOCÊ, HOJE E SEMPRE EM NOME DE JEUS CRISTO!