quinta-feira, 16 de junho de 2011

Estamos livres em Jesus!!!

Livres do Pecado – João 1:29
Nesse versículo no original grego, a construção gramatical afirma que nós já fomos libertos do pecado. Veja:
A frase grega fica assim: “Contemplem o Cordeiro de Deus que leva embora o pecado de todas as pessoas e é o nosso motivo para parar de pecar (amnós Theós airô hamartia kósmos).”
O Senhor Jesus removeu o nosso pecado do nosso coração, e o seu sacrificio é o nosso motivo para não pecar mais, pois ele já retirou da nossa natureza toda a fonte de pecado. Por esta causa todo aquele que é nascido de Deus não vive na prática de pecado, pois a fonte do pecado não existe nos regenerados. Para os renascidos em Deus, o Pai, pecar é uma escolha, como foi para Adão, Caim e tantos outros;
É debaixo dessa mentalidade que o apóstolo Paulo disse que o pecado não tem mais domínio sobre nós, pois a lei do Espírito da vida em Cristo te livrou (airô) da lei do pecado. Você só peca se quiser!
A libertação do pecado se dá:
1.    Reconhecendo a Cruz
“Amnós Theós Airô hamartia kósmos” também poderia ser traduzido assim: “Contemplem o Cordeiro de Deus que tomou sobre si os pecados de todas as pessoas e os levou embora”. Onde foi que o Senhor carregou os nossos pecados? Certamente na Cruz, quando nós reconhecemos a cruz como fonte de libertação, nós nos tornamos libertos, pois foi lá na cruz que o homem velho foi com Jesus crucificado e o corpo do pecado desfeito, foi lá na cruz que Cristo passou a viver em Nós, foi lá na cruz que ele riscou todo o mandamento que nos era prejudicial, foi lá na cruz que ele despojou os principados malignos, foi lá na cruz que ele consumou toda a obra da redenção.
2.    Apropriando-se da libertação
João 1:29 se refere a algo já realizado, algo que já foi creditando em nossa conta espiritual, algo que Deus já fez e espera que toda a humanidade reconheça, pois a palavra Kósmos (Mundo) se refere aqui a toda a humanidade. Na ótica de Deus, O Pai, Estamos já libertos, basta que nos apropriemos disto. É debaixo desse tipo de pensamento que o apóstolo Paulo escreveu “Foi para a liberdade que Cristo vos libertou”, na mente do apóstolo, seus leitores já estavam livres! A palavra libertou no grego está no tempo passado, ou seja, ele já fez, basta você tomar posse!
3.    Confessando a libertação
João Batista confessou algo que Jesus não tinha feito na época como uma realidade já feita, pois o Senhor não tinha sido ainda crucificado, acontece algo parecido conosco, a maioria das vezes, nós precisamos diariamente de ser libertos, e nós em ato profético já começamos a confessar a palavra: “O homem velho já foi crucificado e o corpo do pecado (Fonte do pecado) foi desfeito, por isso o pecado não me domina”, “Jesus já me fez livre” e na medida que o tempo passa, nós vamos nos tornando libertos, porque começamos a compreender o que Deus fez.
Estamos livres, e nós com maior propriedade podemos recitar o poema do Pr. Martin Luther King: “Finalmente livres, Graças a Deus Todo-Poderoso, Livres afinal”. Se você precisa de libertação, veja que você já foi liberto e começe a viver a libertação como realidade concreta! Aleluia!