quinta-feira, 28 de julho de 2011

As quatro observações a respeito da oferta

Enquanto durar a terra, plantio e colheita, frio e calor, verão e inverno, dia e noite jamais cessarão (Gn 8:22 NVI)
Quero fazer 4 pequenas observações sobre esse texto e encerro a minha palavra. Essas observações são:
1.      Essa é a segunda oferta registrada na Bíblia e a primeira oferta após o dilúvio
Essa oferta estabelece um princípio para todas as demais ofertas que ocorrerão depois dela. O que ele modificou na vida de Noé, aponta para aquilo que a nossa oferta pode modificar na nossa própria vida.
2.      A oferta pode mudar radicalmente nossa vida
Ao considerarmos o contexto desse versiculo vemos que Deus decidiu não amaldiçoar mais a terra por conta dessa oferta. Quando nós ofertamos com propósito específico, todas as legalidades que o diabo tinha sobre nossas finanças são quebradas pelo nosso ato de obediência a Deus.
Deus disse que seu povo Israel estava sendo amaldiçoado por lhe roubar nos dízimos e nas ofertas. Não roubamos somente nos dízimos, mas lhe roubamos também nas ofertas. E roubo gera maldição.
Não somos obrigados a ofertar, mas Deus ama aquele que dá com alegria, pois oferta é um gesto de liberalidade para com o Reino de Deus.
3.      O plantio e a colheita são eternos
Deus condicionou a durabilidade da oferta a existência dos céus e da terra. E pelo ensino apostólico sabemos que a terra será regenerada, isto é, a terra retornará ao estado original anterior a queda. Os novos céus de Apocalipse são os mesmos céus atuais, mas sem a presença das legiões infernais atuando sobre eles.
Se os céus e a terra permanecerão, aquilo que semeamos aqui refletirá na eternidade. Por isso o apóstolo Paulo dizia que aquele que semeava em prol da carne, colheria corrupção da carne, mas aquele que semeava em prol do Espírito Santo colheria vida eterna do Espírito Santo.
Por isso ainda, o apóstolo  Paulo dizia que aquele que semeia pouco, pouco também colherá. A quantidade de vezes que você semeou não somente dinheiro, mas tempo, amor, carinho, unção na vida de alguém contará muito lá na eternidade, pois Deus não se deixa enganar aquilo que o homem plantar isso mesmo colherá.
4.      Sempre estamos plantando e colhendo alguma coisa diariamente
Podemos plantar coisas boas ou coisas ruins. Podemos plantar relacionamentos instáveis , como relacionamento estáveis. Aquilo que plantamos hoje colheremos amanhã.
Então, qual têm sido a qualidade da nossa oferta diante da presença de Deus? Ela têm feito que Deus feche as legalidades dada ao diabo ou não através da nossa obediência?
Pense se Deus faria a promessa que ele fez se fosse sua oferta a oferta que fosse apresentada naquele altar. Deus daria a mesma promessa a você da promessa que ele fez a Noé?