sexta-feira, 1 de julho de 2011

O movimento dos anjos

Tema: O movimento dos anjos

Introdução: O mundo espiritual vive em constante movimento desde o início da criação e vem se movimentado até agora (Gn 1:2). Tudo o que é vivo se move, pois o movimento é sinal de vida. Como o mundo espiritual, assim também os anjos se movimentam:
1.    Rapidamente
Eles são tão ligeiros como o fogo que incendeia uma floresta: “ Faz dos ventos seus mensageiros, dos seus ministros labaredas de fogo” (Sl 104:4). O anjo Gabriel veio voando rapidamente para tocar o profeta Daniel na sua devocional: “Estando eu ainda falando na oração, o homem Gabriel que eu tinha visto na visão no princípio veio voando rapidamente e tocou-me na à hora do sacrifício da tarde” (Dn 10:21).
Tanto os anjos quantos os demônios se locomovem rapidamente... A agilidade no mundo espiritual é impressionante, os Querubins que o Profeta Ezequiel viu voavam rapidamente de um lado para outro como relâmpagos: “ E os animais corriam e tornavam à semelhança de relâmpagos” (Ez 1:14).
Nesse momento, existem anjos e demônios se movimentando na esfera invisível... Uns a seu favor e outros contra você...
2.    Principalmente na devocional
Mas isso não significa que eles fiquem inativos quando você encerra sua devocional porque dois anjos e o SENHOR vieram visitar Abraão quando este descansava: “ Depois apareceu-lhe o SENHOR nos carvalhais de Manre, estando ele assentado à porta da tenda, quando tinha aquecido o dia e levantou os seus olhos e olhou e eis três homens estavam em pé junto a ele.” (Gn 18:1,2a), os anjos também apareceram a Ló quando este estava assentado junto à porta de Sodoma: “ E vieram os dois anjos à Sodoma à tarde e estava Ló assentado a porta de Sodoma;” (Gn 19:1a) e quando Jacó adormecia: “Partiu Jacó de Berseba e foi-se a Harã e chegou a um lugar onde passou a noite porque já o sol era posto; e tomou uma das pedras daquele lugar e a pôs por sua cabeceira e deitou-se naquele lugar e sonhou: e eis uma escada era posta na terra cujo topo tocava os céus e eis que os anjos de Deus subiam e desciam por ela” (Gn 28:10-12).
Os anjos podem vir ocasionalmente, como podem também vir em momentos de crises: “ E ali esteve no deserto quarenta dias tantado por Satanás. E vivia entre as feras,mas os anjos o serviam.(Mc 1:13), Elias também esteve no deserto, mas também foi servido por anjos: “ E deitou-se e dormiu debaixo de um zimbro e eis que um anjo o tocou e disse: Levanta-te e come” ( I Rs 19:5).
Existem também anjos que estão ao nosso redor em todo o tempo: “Eis que eu envio um anjo adiante de ti para que te guarde neste caminho e te leve ao lugar que te tenho aparelhado.” (Êx 23:20), como diz o Salmo 34:7: “ o anjo do SENHOR acampa-se ao redor daqueles que o temem e os livra”.
3.    É visto em:
Socorro para os homens: “ E ao amanhecer ao anjos apertaram a Ló dizendo: Levanta-te, toma tua mulher, tuas duas filhas que aqui estão para que não pereçais na injustiça dessa cidade, ele porém demorava-se e aqueles homens lhe pegaram pela mão e pela mão de sua mulher e pela mão de suas filhas, sendo-lhe o SENHOR misericordioso e tiraram-no e puseram-no fora da cidade.  (Gn 19:15,16). Minstração para homens: “ E a qual dos anjos jamais disse: Assenta-te a minha destra até que ponha a teus inimigos por escabelo de teus pés, não são porventura todos eles espíritos ministradores enviados a favor dos que hão de herdar a salvação?” (Hb 1:13,14).
Em um dos meus devocionais com o Senhor, ele me disse: “Filho, enquanto estás comigo no devocional, já determinei que anjos fossem trabalhar em teu favor, mudando ambientes e situações, pois EU SOU o Deus que trabalha por aquele que em mim espera”. Verdadeiramente, o Senhor é o Deus que trabalha por aquele que nele espera... E em outro devocional, o Senhor me mostrou esses anjos... Velozes...
Conclusão: Portanto, querido, você que está aí sem saber o que fazer... vá adorar o Criador, Redentor e Deus Bendito, pois ele trabalha por aquele que nele espera... “ Desde antigüidade não se viu nem com os ouvidos se percebeu, Deus além de Ti que trabalha por aquele que nele espera” (Is 64:4)