quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Busco o teu reino até encontrá-lo, Senhor!

“Mas buscai primeiro o reino de Deus e a sua justiça e todas estas coisas vos serão acrescentadas” – Mt 6:33
Falaremos agora sobre o reino de Deus, vejamos como o reino de Deus aplica-se a nossa vida:
1.      Devemos querer encontrar o reino de Deus
Em grego, a palavra buscar encerra em si a idéia de alguém que procura até encontrar. É a palavra grega “Zeteo”.

É como a parábola da mulher que perde uma moeda e varre toda a casa até encontrá-la.

Nós podemos orar querendo obter respostas específicas, ler a palavra querendo encontrar alimento para a nossa alma para transformá-la de glória em glória pelo Espírito.

Precisamos, porém, de muita determinação nessa busca porque muitos desaminam no meio do caminho como o Demas, discípulo do apóstolo Paulo, de quem o apóstolo diz:“Porque Demas me desamparou amando o presente século e foi para talmácia”.
Jesus ensinou que aquele que procura encontra. Aquele que pede recebe e o que bate a porta lhe será aberta.
É tempo de buscarmos o reino de Deus com o propósito de encontrá-lo. É tempo de orar pedindo a Deus que desvende diante de nós as maravilhas da tua lei, de contemplarmos a face do Onipotente!
2.      O reino de Deus deve ser prioridade:
Em grego, a palavra primeiro encerra em si a idéia de tempo e lugar. Em grego é “Proton”
 É como Maria e Marta diante de Cristo, uma estava dando o melhor do seu tempo e de sua casa, enquanto a outra estava demasiadamente ocupada com a tarefa do lar.

Devemos orar primeiro, ler a palavra primeiro ao acordar, como Willian Dobie dizia a Wesley:“é boa coisa falar com Deus e ouví-lo primeiro do que falar e ouvir homens, nunca encontrei nada que se comparasse a vigília matinal como fontes de bênçãos”.

Será que Deus têm se agradado de nosso devocional em sua presença santa? Será que o espaço dedicado ao nosso Deus é excelente em nossa residência?
3.      O acréscimo virá com o Reino:
Quando nós fizermos o que deve ser feito.

A palavra justiça em grego encerra em si essa idéia, quando nós fazemos o que devemos fazer, Deus abre a porta das suas bênçãos sobre nós. Jesus fez o que tinha de ser feito por isso é chamado de o Justo. Ele tinha de ir a cruz e foi. Ele tinha de se fazer humano para completar em si o plano da redenção e o fez. O que Deus tem pedido a nós e não temos feito?

Em grego justiça é dikaiosune.
Quando obedecermos integralmente a Deus.

A palavra reino em grego é basileia. Significa: Governo, soberania.
O soberano deve ser obedecido, o governo deve ser acatado.  O Senhor Jesus ensinou que aquele que entra no governo (Reino) de Deus é aquele que o obedece.
Pessoalmente.
A gramática grega no fim do versículo fica assim: “humin tauta prostithemi”, ou seja, literalmente: e estas coisas serão acrescentadas ou colocadas ou ainda adicionadas em vocês”.

O que Jesus estava dizendo era que o acréscimo é pessoal. Deus o Pai acrescentará em sua vida.
Que possamos dizer e orar: “Venha o teu reino sobre nós”. Faça chover justiça sobre nós; Vem Espírito Santo! Que possamos conclamar como a primeira igreja: “É chegado o reino dos céus”