quarta-feira, 7 de maio de 2014

O CRISTÃO E A POLÍTICA





O CRISTÃO E A POLÍTICA

Queridos Leitores, não nos esquecemos do compromisso que temos de concluir a série temática sobre "História da Igreja", agora em pauta "A História da Igreja no Brasil". Mas nesse ano de eleição política, ano importantíssimo para o futuro da nossa nação, optei por publicar algo relacionado ao assunto antes da conclusão da série de Teologia Dogmática. 


A Igreja de Cristo é sal da Terra e luz do mundo, como tal devemos ter um posicionamento político sadio. Deus usando o profeta Jeremias nos fala assim: "Busquem a paz da Cidade a qual habitam, porque com a sua paz, vocês terão paz."


"A Igreja de Cristo só deve obediência à Jesus Cristo e reconhece que a Jesus Cristo foi dada não apenas parte, mas toda autoridade no céu e na terra. Ela (Igreja) não pode subtrair-se da missão de proclamar sua soberania em todos os domínios da vida, inclusive a política e a ideologia" - BIÉLER André, A força oculta dos protestantes, p. 191-2 Ed. Cultura Cristã, 1999.


A Bíblia fala sobre Política - José no Egito, Neemias, Daniel foram homens de Deus na política. Os provérbios estão cheios de recomendações a respeito de um governo justo. As epístolas paulinas trazem alguns conselhos sobre autoridade civil e o trato que devemos ter para com elas. Vê-se, pois, que o cristão está intimamente relacionado com politica, e com tristeza de alma, muitos estão nem aí para o rumo que nossa república está tomando. Pensam tanto na Eternidade que esquecem o terreno.  Vamos ponderar um pouco mais a respeito disto.



Reflitamos naquilo que o Rev. Hernandes Dias Lopes, pastor titular da 1ª Igreja Presbiteriana de Vitória (ES) tem a nos dizer.

Em Cristo, seu companheiro na aflição, no Reino e na perseverança de Jesus Cristo