CITAÇÕES: Edward M. Bounds: Oração


Existem duas tendências extremas no ministério. Uma é fechar-se para intercâmbios com as pessoas. O monge e o ermitão são ilustrações dessa atitude; eles ficam reclusos, sem contato com homens, para passar mais tempo com Deus. Como é evidente, eles fracassam. Nossa presença com Deus só tem utilidade quando estendemos os impagáveis benefícios aos homens. Seja para pregadores ou para o povo, esta época não tem muitas pretensões quanto a Deus. O Senhor não é assim nosso desejo ardente. Ficamos reclusos para estudar, tornamo-nos estudantes, devoradores de livros e da Bíblia, preparadores de sermão, conhecidos pela literatura, pela reflexão e pelos sermões; quanto ao povo e a Deus, onde estão? Fora do coração, fora da mente. Os pregadores que são grandes pensadores e grandes estudiosos precisam ser grandes na oração. Caso contrário, serão os maiores apóstatas, profissionais desalmados, racionalistas, menores que o menor dos pregadores aos olhos de Deus.

[BOUNDS, Edward, M. Tendências a serem evitadas in BOUNDS, Edward M., Poder pela oração, São Paulo, Editora Vida, 2010, p. 21-24]

A oração que dá ao ministério um espirito de oração não é a pouca oração aromatizada que lhe dá um gostinho de satisfação pessoal, mas a oração precisa estar no corpo, formar a carne e o sangue.

[BOUNDS, Edward, M. Tendências a serem evitadas in BOUNDS, Edward M., Poder pela oração, São Paulo, Editora Vida, 2010, p. 21-24]



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ESBOÇO DE GÁLATAS 5:13-26 "OS TRÊS MINISTÉRIOS DO ESPÍRITO SANTO DE DEUS"

Vai valer a pena

Frases impactantes