Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2016
Um fato a meu respeito é que eu tenho uma predileção pela teologia de Martinho Lutero; nesse artigo espero expor as razões que me levaram à essa predileção.
Lutero é um ser-humano antes de qualquer coisa. Lutero é um homem antes de teólogo. Ele teve altos e baixos, medo, ousadia e ira. O seu medo é revelado na experiência da tempestade em Stotternheim onde ele decidiu entrar no mosteiro dos eremitas agostinianos. Sua ousadia pode ser vista na dieta de Worms diante do imperador Carlos V, quando ele exclamou: Minha consciência é cativa à palavra de Deus; finalmente, sua ira é demonstrada na relação da revolta dos camponeses, dos escritos anti-semitas e contra o papado. 
Como homem, seu linguajar seria ofensivo para muitos atualmente. Certa feita, Lutero disse ao diabo que lhe lambesse o cu; em outra, disse que afugentou o diabo com um peido. Lutero chamava aqueles teólogos racionalistas de 'teólogos-porcos'.
Lutero possuía opiniões errôneas antes durante e depois da guinada refo…